Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Como "ganhar" uma mulher: fracasso garantido ou seu dinheiro de volta

Festa dos anos 80. Muita expectativa – ainda que levemente abalada, após breve passagem pelo Gates que, no dia, era a visão do inferno. Depois que o Visa fez sua parte, entramos. Música bacana, cervejinha (no copo de plástico!), conversa jogada fora... Tudo muito bom, tudo muito bem.

Na fila, à espera do passe para o entorpecimento alcoólico, eis que surge a figura. “Oi”. Olhei para ver de onde vinha a voz. “Nossa, você é linda!”. “Ah, obrigada”. “Seus olhos são verdes?”. “Não, azuis” (eu SEI! Soa HOR-RÍ-VEL, mas as pessoas perguntam!!!). E aí, ele apertou o play... “Blá, blá, blá, me dá seu telefone, blá, blá, blá, tô apaixonado, blá, blá, blá, quero você, blá, blá, blá, me dá um beijo...”. Respira, Mariana, respira.

Ele não fez nada certo, mas mencionou que tem zilhões de amigos e que poderíamos sair juntos, minhas amigas e o bando de testosterona dele. Opa! Minhas amigas solteiras iam AMAR a novidade. Fui caridosa e dei meu telefone (quanto altruísmo!).

O celular tocou já no dia seguinte. Bom sinal. “Oi, só liguei pra dizer que não me esqueci de você! Sei que tá ocupada, curtindo suas amigas, então, vamos marcar pro próximo fim de semana!” Péssimo sinal! Aliás, péssimos sinais. Qual exatamente o propósito dessa ligação? Ligar pra dizer nada? De onde ele tirou isso de “sei que tá ocupada, curtindo suas amigas”? Como diria minha parceira: menos maconha e mais racionalidade!

Obviamente, o homem sumiu. É engraçado! Eles seguem uma rotina comportamental e a gente decora os passos todinhos (rs). Fica difícil ser surpreendida.

A vida seguiu seu curso natural, até que, num sábado, às 6 da MANHÃ, ele liga (por que eles insistem em BOOTY CALLS??). Chapada, só ouvi: “Tava pensando em você. Sinto sua falta. Quero te ver. Ah, te ligo depois pra gente marcar”. Prometa-me que vai fazer terapia!!!

Depois de semanas desaparecido, eis que ele renasce das cinzas: “Vamos a uma festa amanhã? Já estou com as pulseirinhas. Você pode levar uma amiga. Vai ser legal”. Assinado: o cara que tem vontade de te ver desde o dia em que te viu. Rá, rá. Eu mereço!

By Mari Abreu

10 comentários:

Dante Accioly disse...

Parabéns pelo blog, Mari! Tem certeza que seus olhos não são verdes???? :) Beijo.

Anônimo disse...

Ah, essa é fácil. O cara tem namorada. Nitidamente.
Próximo!
;)
Parabéns, amore, keep on running.

Fernanda Abreu disse...

Depoimento de uma das pessoas que mais sabe por em prática o significado da palavra felicidade e diversão!

Andar com fé eu vou, que a fé não costuma faiá"
Beijos!

Roberto disse...

A vontade é tanta que o cara liga pra dizer que na próxima semana marca "alguma coisa". Fantástico! kkkkk.
A gente sempre arruma tempo pra quem é importante, não é verdade?
Se não arruma, é porque não é prioridade.

Zethi disse...

Mas esse cara é um completo idiota-social, hein? Que preguiça das mensagens e dos papos... hahaha! Beijos!

Luciana disse...

Ai, ai...
Engraçado o cara ligar às 6h. Bêbado, talvez?
Nunca sofri com essas coisas, sempre dormi com o celular no silencioso! Agora não mais, mas agora esse tipo de coisa não me acontece!
Beijos!

Rafael disse...

Surreal, simplesmente...

Footloose disse...

O cara tá bobo. Sinal de que possa estar realmente apaixonado... ou maluco... Dá uma chance pro rapaz!

Fritz X disse...

Fala sério, que homem nesse blog aqui nunca ficou bebum e ligou pra uma mulher em plena madrugada, rs, já fiz isso algumas vezes, não me orgulho, mas o grau de bebida foi mais forte !!!

Quem tá na balada tem que se contentar com isso, afinal um bando de pirralhos ou de uns quase tios cheio de cana, o resultado não pode ser outro né...

Além do mais, se as senhoritas buscam por rapazes engomadinhos e cheio de amor pra dar, declamando poemas de Lord Byron ultra-romanticos é melhor procurar no C.A de artes na UNB, lá tem aos montes.

No fundo todos procuramos a felicidade, e nesse desespero sem fim, nos sujeitamos a cada coisa.

Anônimo disse...

Oi gata. Aqui é o cara que tem vontade de te ver desde o dia em que te viu. Quase fiquei magoado ... me liga. Na semana que vem.

Postar um comentário