Pesquisar este blog

terça-feira, 26 de abril de 2011

Seis tipos de homem que as mulheres detestam

O fudêncio
O cara se acha a banana boat de Morro de São Paulo. Acha que quando passa o mundo para só para admirá-lo. Segundo a cabecinha de acerola dele, toda mulher que se aproxima ou lhe dirige a palavra está interessada em pegá-lo, beijá-lo, amarrá-lo. Mal sabe ele que as pessoas falam com as outras por educação, modos, polidez. Aposto que ele é daqueles que ficam se amando no espelho da academia, olhando cada músculo mexer e “crescer” (coitado, ainda não se deu conta de que é gay). Esse tipo de cara é aquele mala-ogro sem alça da mais alta patente, porque além de achar que o mundo gira ao redor do seu umbigo, ainda fica tirando onda com os amigos sobre as mulheres que ele “descartou”. Ai de você se esbarrar com um desses pela frente (dá uns tapas nele por mim?)!!

O mentiroso
“Posso te ligar?” “Você é a mulher mais linda que conheci!” “Estou apaixonado!” Quer coisa mais lamentável do que um looser que precisa usar essas frases para conquistar alguém? O cara não vai te ligar nunca, nem que o mundo derreta e as mulheres sejam sugadas do planeta pelos ETs verdinhos (ok, talvez ele te ligue, mas só se ficar sem mais nenhuma opção. Nenhuma mesmo). Mas, claro, ele precisa te dizer isso, que é para acariciar o saco de mentira que existe no corpo dele e alimentar aquela ínfima chama feliz que há no teu corpo (por que a mulher sempre cai no golpe do mentiroso??). O cara é profissional. Ele usa dos esquemas mais baixos para te deixar ligadona (são anos de aperfeiçoamento) e depois só faz tocar o phoda-se.

O PP (ou também conhecido como Iny weeny teeny weeny Shriveled little short dick man)
O cara é um traumatizado. Tudo o que você diz ele automaticamente toma como indireta (ou diretíssima, dependendo do caso) para o membro desnutrido dele e, por isso, vive irritadinho. Você reclama do tempo e o cara acha que é uma reclamação implícita para o micropirulito dele; você xinga o chefe no trabalho e o ser pensa que, no fundo, você odeia as pessoas micropirulitadas; você discute no trânsito e ele jura que é porque você está insatisfeita na cama. Pô, se toca! Aumenta essa phyroca murcha ou aceita que a coisa só funciona na base da pinça. Agora, ficar torrando o saco da mulherada passou!

O da verdinha
O cara só sabe falar do apartamento dele em Nova Iorque, da lancha nova atracada no lago, do Mercedes recém-adquirido (seguramente, tudo mentira. Afinal, quem tem grana não precisa esfregar na cara dos outros. Se bem que homem é sem-noção por natureza. Nasceram programados para fazer merda). É um pé no saco geral. Só porque um dia uma biscate (leia-se profissional do secssú) deu para ele pensando na conta corrente (ou na poupança, nunca se sabe), ele acha que todo mundo é comprável. O pior é que ele sai largando frases imbecis logo no primeiro minuto, sem antes preparar a coitada para as asneiras que estão por vir. São tão insuportáveis que, se você vetar a palavra dinheiro ou frases iniciadas por EU TENHO, eles simplesmente ficam mudos. Para todo o sempre.

O morde e assopra
Acho que é o tipo mais comum de homem. Ele fica contigo um dia, mas depois demora semanas para ligar. Quando vocês saem, a coisa não desenrola e o beijo só sai no fim da noite (quando sai!!). Você começa a achar que ele desistiu de beijá-la (ou então ele é gay), mas é tudo estratégia. Quando você está para perder as esperanças e desistir do gatinho, ganha um monte de beijos e vê seu desejo por ele renovado, mas aí, no próximo encontro, nada de salivas trocadas. Você NUNCA entende o que ele quer. No seu aniversário (na Páscoa, no Natal etc.), ele é todo fofo e dá presente, mas nunca faz qualquer menção sobre o status do relacionamento (que relacionamento, bitch?). O lance é que ele está fazendo isso com pelo menos outras duas meninas (que fique bem claro) e ele precisa manter você na rédea (curta). Não pode ficar tão próximo a ponto de ser cobrado para que haja um namoro e nem pode sumir totalmente a ponto de perdê-la. O morde e assopra é sua principal arma para pegar o maior número possível de mulheres pelo maior tempo imaginável. Ele sempre apronta e depois vem pedindo perdão com aquela cara do gato de botas do Shrek. Po-dre!

O polvo
Só porque você topou ficar com ele, o ser acha que tem a usucapião do seu corpo TODO. A mão dele parece que tem mal de Parkinson, está ligada na tomada em potência máxima ou anda treinando para os 100 metros rasos. Gentem!!! Ele é tão rápido que deixa você tonta! Pior: descobre cada lugarzinho para colocar/passar a mão que deixa o ginecologista no chinelo! E quando você manda o cara maneirar? Ele faz um bico daqueles, fecha a cara e só falta dar um puxão no seu cabelo, como nos tempos da pré-escola. É um polvo mimado, altamente hiperativo, que trabalha para te deixar esgotada nos primeiros cinco minutos de jogo para então aproveitar os 85 minutos restantes de partida. Alguém decepa essa mão, plis??

4 comentários:

Sheyla disse...

ai, amiga, difícil dizer qual desses eu odeio mais! sua seleçao foi muito boa! hehehe

Katrine disse...

Gostei, amiga! Já faz tempo que "saí do mercado" mas dá pra lembrar de cada desses tipos podres... Bjs

André disse...

E aí Mari Zói Zu, qual é o tipo de homem que presta? KKKKKKKKKKKK!! Pior é que tem camarada que às vezes faz tipo 1, outras tipo 5... não tem jeito, não!! Não prestam os homens, mas também não prestam as mulheres!!! A coisa tá tão feia assim? Acho que não. Ainda há esperança... adoro o esse blog!

Cristina Stuckert disse...

Kkkkkkkkk...adoro seus texto amigas! Fico rindo sozinha...vc precisa incluir na sua lista o homem "pra casar"...aquele que a gente sonha a vida toda encontrar para casar e ter filhos. Eu já encontrei o meu...Bjsssssss

Postar um comentário